Vamos namorar à Janela (do mundo)?

A 4Change, a APF, a Fundação LIGA e a Klapt Produções uniram-se para potenciar a inclusão não só social mas também digital das pessoas seniores do Casalinho da Ajuda, uma zona de intervenção prioritária da Câmara de Lisboa.

 

Como? 

Através do aumento da literacia para os média integrada numa vivência plena e segura da sexualidade. 

No contexto de pandemia Covid-19 a população sénior do território da Ajuda com poucas competências tecnológicas ficou ainda mais isolada e fragilizada. À falta de acesso, junta-se a falta de competências base para a inclusão na sociedade digital, sendo um grupo vulnerável ao populismo e à desinformação – e até à fraude virtual, não apenas financeira mas também afetiva e sexual. 

A literacia necessária para a inclusão social exige o desenvolvimento de novas competências, da auto-estima e do reconhecimento dos direitos das pessoas seniores. Um desses direitos é o de uma vida afetiva e uma vivência sexual, que as instituições e a sociedade têm o dever de assegurar e que não se esgota com a idade. 

Na medida em que todas as pessoas caminham para o envelhecimento, é de comum benefício garantir o direito à escolha, à autodeterminação, no que reporta a um campo tão vital quanto o direito à vivência da sexualidade e da afetividade, à população sénior.

Este projeto contribui para a promoção do envelhecimento positivo através da promoção e validação de competências das pessoas seniores e da comunidade profissional que trabalha com esta população. 

Materiais

Esta é uma secção que será atualizada com o andamento do projeto e sua replicação. Aqui encontram-se as Fichas Técnicas de apoio à literacia digital, que complementam os vídeos tutoriais. Fotografias, vídeos de apresentação do projeto e tudo o que vai sendo construído para a campanha ‘Namorar à janela (do mundo)’.

 O canal de Youtube será também enriquecido com o que vai sendo construído com a população sénior.

Formação

A comunidade técnica, profissional e voluntária com ação direta com a população sénior é, além da família, a primeira linha onde o direito à privacidade, à intimidade e  autonomia podem ser asseguradas e enriquecidas. A formação certificada foi leccionada e está agora pronta para replicar e adaptar a outros contextos. Consultem-nos.

Galeria